8 de mai de 2017

Reconhecer valorosamente a intenção dos outros reflete grandeza em sua aura.

Uma vez estava almoçando num restaurante com uma amiga e me senti tão feliz naquele ambiente que deixei um bilhete escrito aos funcionários do estabelecimento: “Estamos emocionados, hoje tivemos mais que um almoço; tivemos um momento intenso que avivou nossas emoções saboreando o alimento que nos serviram, preparado, como sabemos com tanta dedicação e amor. Assim como vocês nós também somos servidores em nosso trabalho...; vocês se dão conta do quanto são importantes porá cada um de nós todos que passamos por suas vidas, emocionados e felizes com vosso servir? Parabéns e muito obrigado.”. E nós dois assinamos em baixo.


O interessante em reconhecer o quanto o serviço dos outros é importante para nós mesmos é perceber o quanto nossos serviços são igualmente importantes para as outras pessoas.

O bilhete que deixei foi fundamental para mudar o meu conceito sobre a hora da alimentação. Agora cada vez que me sento para comer me lembro de estar tão contente e apreciativo como estava naquele dia.

A autovalorização carece principalmente de valorizar as outras pessoas e tudo o mais que fazem parte do seu universo pessoal. Pois se a pessoa desvalorizar aos outros, esse é o reflexo de sua mentalidade e, é assim que ela será vista pelos outros também.

Reconhecer valorosamente a intenção dos outros reflete grandeza em sua aura.

SONHO INSTRUTIVO

“Sua vida pode ser uma porta aberta para todos os ensinamentos e faculdades, mas se você não adotar os conceitos dos melhores ensinamentos, ela continuará sendo guiada pelo vento do acaso. É necessário fazer revisões constantes em sua “biblioteca mental” para assegurar facilidade de acesso ao conteúdo mais atualizado, enquanto aquelas faculdades antiquadas ultrapassadas estiverem ocupando espaço e impedindo conflitantemente a entrada e o arquivamento de novos conceitos e conhecimento, sua vida se manterá sendo levada pelo vento e o leme guiado pelas ondas e obstáculos sem um capitão para controla-lo”. (conteúdo que me veio em sonho num dia pela manhã).